Visita guiada

Neuchâtel e a sua participação no comércio de escravos entre os séculos 17 e 19:  na pitoresca cidade de Neuchâtel encontram-se numerosos vestígios do comércio triangular – como o tráfico de escravos, de produtos coloniais e manufaturados. Na visita guiada de 90 minutos, “Sur les traces des affaires noires”, visitaremos juntos, em Neuchâtel, uma série de monumentos e locais que  testemunham uma atividade tão lucrativa quanto obscura.

Visitas guiada: Preço: CHF 20.- por pessoa. Para maiores informações entre em contato conosco: izabel.barros@cooperaxion.org, Facebook, + 41 31 535 12 62

Grupos: As visitas em grupo poderão ser organizadas o ano todo – Preço por grupo: CHF 20.- por pessoa – valor mínimo: CHF 200.- por grupo (Max. 15 pessoas). Para escolas o preço por grupo é de CHF 200.- independente do número de pessoas.

A Suíça e o comercio triangular

Qual foi o papel desempenhado pelos atores suíços no comercio triangular entre os séculos XVII e XIX?Ainda que a Suíça não tenha tido colônias, alguns particulares suíços, como outros europeus lucraram muito com o comércio de produtos coloniais e com o tráfico de escravos. Os navios mercantes deixavam a Europa em direção à África carregados de tecidos e armas. Uma vez na África eles eram carregados com escravos que eram transportados em seguida para as colônias na América. Estes voltavam à Europa cheios de matérias primas de alto valor.

Bern 2010Neuenburg 2011Textilien gegen SklavenKampagne Basel

Cooperaxion promove diversas manifestações publicas sobre temas ligados ao tráfico negreiro e a colaboração de cidadãos suíços neste doloroso capítulo da História. A base de dados sobre o “tráfico de escravos” documenta de forma única os negócios de diferentes protagonistas suíços no comércio transatlântico de escravos durante os séculos XVII e XIX. A triagem destes documentos pode ser feita em alemão, por cantão, por ramo de ação ou através de palavras-chave. No link “documentação” o(a) pesquisador(a) poderá encontrar informações que o ajudarão a aprofundar a sua pesquisa temática sobre a colaboração da suíça no comércio de escravos.

Apoio aos parceiros do Sul

A fundação Cooperaxion apóia o desenvolvimento sustentável e projetos que tenham este objetivo através da coleta de fundos e do trabalho de sensibilização – mas o seu engajamento vai mais além. Cooperaxion conecta, encoraja e reforça organizações que percorram o mesmo caminho que ela sobre antigas rotas de escravos, ela faz isso de forma concreta, em seus próprios projetos no oeste Africano (Libéria) e no Brasil. Nossos colaboradores locais encontram apoio no desenvolvimento de projetos, gestão organizacional e financeira. Cooperaxion oferece suporte às organizações no desenvolvimento de seus projetos e na troca de experiências através de visitas e de um acompanhamento à distancia.

Dreieckshandel